7º Distrito Escoteiro retoma atividades presenciais

Em dois e três de julho, jovens da cidade de Rio Grande e Pelotas participaram de uma atividade de integração. A atividade chamada de Encontrão, promovida pelo 7º Distrito Escoteiro, ofereceu aos seniores, guias, pioneiros e pioneiras diversas atividades de integração, incluindo curso de herpetologia, festa junina, vigília, caçada fotográfica e visita ao museu oceanográfico. O curso de herpetologia (anfíbios e répteis) foi uma parceria entre os escoteiros, TECON e a Consultoria Alternatus e abordou a presença destes animais em nossa região e que cuidados devemos oferecer a eles e quais devemos ter com eles. Na festa junina, como não poderia ser diferente, teve muita música, comidas, brincadeiras e é claro, a manutenção do velho hábito de mandar os amiguinhos para a cadeia. A vigília pioneira, atividade especialmente desenhada para desenvolver capacidades intelectuais, sociais e afetivas, tratou do tema da acessibilidade e das diversidades. No domingo, os jovens participaram de uma grande caçada fotográfica ao longo de todo o centro histórico do Rio Grande, conhecendo locais e monumentos e encerraram a atividade em uma visita ao Museu Oceanográfico. Uma pesquisa de satisfação, anônima, realizada após o evento, revelou a grandiosidade desta atividade e do retorno às atividades presenciais. "Achei a atividade perfeita, a integração realizada me conquistou, momentos que me fizeram lembrar do quão importante o escotismo é para mim. Amei o curso de herpetologia, a vigília, os jogos e todo entrosamento que tivemos, após tantos anos longe de tudo isso, não poderia ser melhor."


Mauro Lages



20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo