top of page

Escoteiros participam das ações de apoio às vítimas do Vale do Taquari

A tragédia que atingiu o Rio Grande do Sul nesta semana persiste, gerando impactos significativos, sobretudo nas comunidades localizadas nos municípios do Vale do Taquari. Cidades como Muçum, Lajeado, Roca Sales e Encantado foram inundadas, resultando na devastação de residências, pontes e áreas públicas. O número de desabrigados no estado alcança a marca de milhares de pessoas.


Assim que as informações chegaram aos membros do Movimento Escoteiro, adultos e jovens começaram a se mobilizar para auxiliar a Defesa Civil de diversas formas. Os pontos de coleta de donativos em diversas cidades receberam inúmeros escoteiros de várias idades para a realização de triagem e organização, recepção e carregamento de caminhões entre muitas outras tarefas. Os adultos, maiores de 18 anos, se deslocaram para as principais cidades atingidas para apoiar as ações desenvolvidas nos locais.


As ações voluntárias dos Escoteiros, jovens e adultos, já somam milhares de horas de trabalho, nos últimos dez dias. A disponibilização de tempo, de trabalho e de recursos em conjunto com a empatia e a solidariedade mostram a diferença que o voluntariado pode fazer em casos de emergência como este.


O Escotismo é um movimento educacional único, criado por Robert Baden-Powell em 1907 na Inglaterra com o objetivo de formar cidadãos responsáveis, solidários e líderes a serviço do próximo. Ao longo de sua história, se tornou um movimento relevante, colaborando na formação de jovens em todo o mundo, com ações voltadas para a construção de um mundo mais justo, solidário e sustentável.


O envolvimento comunitário ocorre com trabalhos voltados para a sustentabilidade, para a saúde mental e para Direitos Humanos, além de projetos de atendimento a povos tradicionais, comunidades em situação de risco e vulnerabilidade. O envolvimento comunitário é um dos elementos centrais do Movimento Escoteiro. Este engajamento dos jovens no serviço comunitário os capacita para que compreendam integralmente sua realidade e seu papel na construção de um mundo melhor.


Seja com triagem, com doações, com disponibilização de transporte, com fornecimento de alimentação, com limpeza, com alento às vítimas, o Escoteiros do Brasil da Região do Rio Grande do Sul seguem participando diariamente das ações de apoio às vítimas das enchentes por todo o estado, estando Sempre Alertas para Servir o Melhor Possível.






7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page