Em caso de necessidade utilize o

Fale Diversidades ou o Canal de Denúncias

dos Escoteiros do Brasil - Rio Grande do Sul

Escoteiros do Brasil - Rio Grande do Sul

Rua Castro Alves, 398 - Bairro Rio Branco

CEP 90430-130 - Porto Alegre - RS

(51) 3330-9784 - (51) 3332-3127

comunicacao@escoteirosrs.org.br

Segunda à sexta 8h15 às 18h

  • Facebook - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle

Grupo Escoteiro Guaranis é Homenageado na Câmara

21.11.2018

Na noite desta segunda-feira (19) foi realizada Sessão Solene em homenagem aos 90 anos de fundação do Grupo Escoteiro Guaranis, de Passo Fundo, o terceiro mais antigo, em atividade, no Rio Grande do Sul. A cerimônia, proposta pela Mesa Diretora, por indicação do vereador Pedro Daneli (PPS), ocorreu no Plenário Sete de Agosto da Câmara de Vereadores.

 

O fundador do escotismo foi o inglês Robert Stephenson Smyth Baden-Powell em 1907. O objetivo inicial era a formação de cidadãos exemplares. Hoje em dia, é um movimento voltado para a educação dos jovens e já é considerado um dos principais programas voluntários do mundo em prol da educação. Os escoteiros costumam praticar atividades ao ar livre (como exercícios, excursões e acampamentos) a fim de promover a manutenção da saúde e, ao mesmo tempo, desenvolver noções de dever para com a Pátria e o próximo. 

 

Daneli lembrou que “se os valores dos escoteiros fossem estendidos a toda a população, não existiria esta crise moral e ética que hoje enfrentamos em nosso país, esses são valores que transformam vidas e comunidades”. O parlamentar destacou ainda que a homenagem é um reconhecimento de todo povo passo-fundense, pois o grupo “atua junto com a sociedade também em causas importantes como campanhas sociais, servindo sempre de forma voluntária”. 

 

O Grupo Escoteiro Guaranis foi fundado em 19 de novembro de 1928 pela professora Eulina Bernardes Braga, com apoio de Ruy Barbisan e de Edu Potyguara Bublitz. As primeiras atividades foram realizadas no pátio do Colégio Protásio Alves, que abrigou a primeira sede, numa casa nos fundos da escola.

 

A “Tribo de Escoteiros Guaranis”  foi  formada, inicialmente, apenas por escoteiros, com as patrulhas Leão, Águia, Raposa e Lobo. Mais tarde, o grupo foi designado como “Tropa de Escoteiros Guaranis”, “Associação de Escoteiros Guaranis”, até se chamar “Grupo Escoteiro Guaranis”. Atualmente recebe jovens de ambos os sexos, dos sete aos vinte e um anos, sejam lobinhos, escoteiros, seniores ou pioneiros.

 

O diretor-presidente do grupo, Jeferson Pereira dos Santos, durante o seu pronunciamento, valorizou a homenagem “que é um reconhecimento ao trabalho importante de cada um dos nossos integrantes, trabalho muita vezes anônimo, sempre com o foco maior na educação dos jovens, preparando-os para trilhar o caminho do bem e formando líderes engajados em construir um mundo melhor, justo e fraterno”. Segundo ele, o escotismo incentiva ainda a solidariedade e a defesa do meio ambiente. 

 

A marca registrada da entidade é o lenço amarelo, com listras verdes, que simboliza as cores da Pátria já que o grupo foi fundado no Dia da Bandeira. Desde 1973, os Guaranis estão sediados junto à Praça Antonino Xavier, em frente ao Hospital das Clínicas.  De acordo com a União dos Escoteiros do Brasil, existem atualmente mais de 80 mil escoteiros em todo Brasil

 

Fonte

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Please reload